Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Vemos muitos irmãos confusos, se perguntando o que fazer, onde fazer, como fazer para servirem ao Senhor.. angustiados com a dúvida. E, na verdade, podemos observar que a compreensão sobre tudo isso pode ser muito simples e obtida de forma simples também.

Vejamos no depoimento da Priscila. Que ele possa trazer para você luz e aprendizado!

Angústia ou simplicidade de atender ao chamado?

Me chamo Priscila, tenho 24 anos e nasci em Fortaleza (CE). Quando tinha apenas 12 anos meu coração já ardia por missões e principalmente pelos povos não alcançados, porém não sabia como aconteceria e o que Deus tinha reservado para mim.

Priscila

Vivi muito anos em conflitos, por não ver nada acontecendo na minha vida, mas o desejo de cumprir o IDE só aumentava no meu coração. Até que em uma noite estava conversando com Deus, dizendo o quanto precisava de respostas Dele. No meio da conversa eu disse: “Deus, eu sei que o Senhor tem mais, eu sei que o Senhor é mais que uma religião!”

Após o término da nossa conversa, no mesmo dia, minha irmã, ao iniciar uma conversa comigo, mencionou que disse as mesmas palavras para Deus, que sentia a mesma coisa, e que uma amiga dela havia chamado-a para ir para a Jocum (Jovens com uma missão).

No mesmo momento lembrei que, 1 ano antes, uma amiga minha havia me apresentado a Jocum. Foi quando eu acessei o site e me inscrevi mesmo sem ter nem 1 real, nem mesmo para a passagem. Deus foi meu mantenedor, me supriu em tudo e, no segundo semestre de 2018, fui fazer a ETED – Escola de Treinamento de Discipulado.

Lá Deus me mostrou a sua paternidade, descobri a minha identidade Nele, e fui totalmente transformada, pois a Jocum tem como lema: conhecer a Deus e fazê-lo conhecido.

Após esse tempo de transformação, eu estava com o coração cheio de expectativa pelo que Deus iria realizar em mim e por meio mim. Fiquei orando, perguntando para Deus qual era o próximo passo, e onde era para eu estar futuramente. Após 1 mês de oração, Deus me direcionou para a cidade de Dois Vizinhos no interior do Paraná.

Nessa nova missão, eu ajudei uma igreja local. Meu coração se encheu de alegria!

Gostei tanto da cidade que decidi morar lá; o que era periódico estava se tornando permanente. Grandes experiências eu tive nessa época. Uma aconteceu quando eu estava meditando na palavra, nesse dia eu iria pregar no programa de rádio da cidade. Eu orei pedindo a Deus para que eu pudesse me encontrar, naquele dia, para falar do amor de Deus. Enquanto eu voltava da radio, vi uma senhora andando na rua e senti no meu coração de falar com ela. Ao conversamos, o Espirito Santo havia me dado palavras pra comunicar, disse que ela não estava sozinha e que Deus conhecia a sua dor e que Ele estava dando paz ao seu coração. Naquele momento essa senhora começou a chorar e me falou que a mãe dela tinha falecido a poucos dias e que ela estava se sentindo bastante sozinha e tinha pensando até em tirar a sua vida por conta da aflição que estava a sua alma. Orei por ela ali na rua e declarei vida de Deus sobre ela.

Aleluiaaaa!!!

Poucos dias depois estava andando no centro da cidade e entrei em uma loja para comprar algumas coisas para a minha nova casa, e naquele lugar meu coração começou a arder de uma forma diferente. Deus me mostrava uma mulher que precisava ouvir do amor Dele e quando fui até o caixa para pagar falei pra ela que Jesus a amava e ela pediu oração ali naquele ambiente de trabalho. Aquela mulher se rendeu aos pés de Jesus.

E quando eu conheci a Deus, quando passei a amá-lo, eu entendi o que diz na sua palavra e O obedeci. Não obedeci para ser salva, obedeci porque eu entendi a salvação.

Hoje a minha oração a Deus tem sido a mesma que fiz há 12 anos atrás: Eis me aqui Senhor, envia-me, envia-me Senhor!

Graça e paz.